Últimas da Opção Fm

Rio Claro estuda multa contra  maus-tratos de animais.

Rio Claro estuda multa contra maus-tratos de animais.

rioclarodigital

março 17th, 2018

Sem comentários

Entre algumas das ações que deverão ser implementadas pela prefeitura de Rio Claro para ampliar a proteção dos animais no município estão multas para quem maltratar animais, programa para instalação de chips, ampliação das castrações e vacinação, e diálogo e parcerias com o terceiro setor.

As medidas foram anunciadas pelo prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, a representantes de entidades de proteção e defesa animal em reunião realizada no paço municipal na quarta-feira (14).

“Vamos estabelecer uma multa pesada para quem maltratar animais para inibir esse tipo de crime. Queremos que as pessoas se conscientizem de que maltratar animais é crime”, afirmou Juninho. A multa e outras sanções estão previstas em projeto de lei que está sendo elaborado pela prefeitura, que também irá definir a aplicação dos recursos arrecadados com as multas. Em breve, essa proposta será enviada para análise e votação dos vereadores.

O diretor do Departamento de Proteção Animal, Ricardo Gobbi e Silva, destacou a importância do trabalho conjunto entre prefeitura e entidades. “Estamos abertos a sugestões que possam garantir o bem estar animal”, disse Gobbi. Ele informou também que Rio Claro discute com o governo estadual a possibilidade de instalar no município a segunda unidade paulista da Delegacia Eletrônica de Proteção Animal (Depa).

André Godoy, presidente da Câmara Municipal, elogiou a iniciativa da reunião e salientou a necessidade de haver consenso entre os agentes da causa animal. “Temos alguns projetos em discussão com diferentes vertentes e o consenso permitirá a consolidação dessas propostas”, observou Godoy que estava acompanhado dos vereadores Adriano La Torre, Júlio Lopes e Val Demarchi.

O diálogo da parceria da prefeitura com o terceiro setor também foram destacados pelo secretário municipal de Meio Ambiente, Antonio Penteado. “O departamento está com novos projetos e queremos a colaboração das entidades para avançar nesse processo”, afirmou Penteado, frisando que o departamento não cuida apenas do canil e de animais domésticos, mas tem várias outras atribuições, inclusive a proteção e defesa dos animais silvestres.

A protetora Márcia Ferrari Maia, da ONG Apoio Independente a Causa Animal (Aica), sugeriu que o dinheiro arrecadado com as multas seja investido na manutenção do canil municipal. Diva Aparecida Martins Cassola, da Associação Educativa de Proteção Animal (Aepa), pediu providências para normatizar o uso de animais por carroceiros.

Na reunião de quarta-feira, também foi anunciada a realização de cursos de capacitação para protetores e profissionais do setor, que serão ministrados pela ONG World Animal Protection Brasil. A entidade também dará assessorias técnica e científica ao município.  “Rio Claro está avançada em criar projetos para implantação de políticas públicas tratando de vários temas da causa animal ao mesmo tempo. A cidade está no caminho certo ao pensar em todos os pilares para o manejo sustentável dos animais”, assinalou Rosangela Ribeiro Gebara, gerente de programas veterinários da ONG.

Comentários estão fechados.

scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services
MENU