Últimas da Opção Fm

Geraldo J. Costa Jr. comenta sobre a volta de Luxemburgo ao Palmeiras.

Geraldo J. Costa Jr. comenta sobre a volta de Luxemburgo ao Palmeiras.

Editor

dezembro 17th, 2019

Sem comentários

Por Geraldo J. Costa Jr.

Eu já disse outras vezes que, a torcida palmeirense, em boa medida, é caso de psiquiatria. Vê em todos um potencial inimigo, não aceita os fracassos do time, como se o time para o qual torce disputasse um campeonato contra si mesmo e não contra outros 19 times, por exemplo.

Até aí, nada que a Ciência não explique. Mas, não fica só nisso. Uma passada de olhos na história recente do clube, vai demonstrar que, nos últimos 40 anos, apenas 5 treinadores sagraram-se campeão no Palmeiras. Luiz Felipe Scolari, Dudu, Marcelo Oliveira, Cuca e o Vanderlei Luxemburgo, que é, ao lado de Osvaldo Brandão, o mais vitorioso treinador da história gloriosa do alviverde imponente.

O que prova que, ser campeão dirigindo o Palmeiras é missão para poucos. Qualquer torcida menos arrogante, que já tenha calçado as sandálias da humildade, o que não é o caso de boa parte da torcida do Palmeiras, receberia Vanderlei Luxemburgo com honras, admiração e respeito.

Mas há os que contestem sua contratação pelo Palmeiras, a quinta, em toda a carreira do treinador. Contestar é direito de todos. Mas, quando se perde cinco minutinhos nas redes sociais, para conhecer os argumentos nos quais se baseiam as críticas, vê-se termos pejorativos como “ultrapassado”.

Ora, se tem uma profissão que, a experiência conta decisivamente é a de treinador de futebol. Quanto mais vivido o treinador, a tendência é que melhor ele será. Exemplos, muitos: os argentinos Pekermann e Bianchi, os brasileiros Telê Santana e Zagallo, os italianos Bearzot, Sacchi, o inglês Fergusson, e por aí vai a lista imensa.

Mas a molecada, apaixonada por futebol, sempre apressada em seus julgamentos e nada afeita à história, prefere se escorar em um ou outro especialista no assunto, pra fazer juízo de valor a respeito dos treinadores profissionais que, com muito esforço construíram ao longo do tempo suas vitoriosas carreiras.

Se dará certo no Palmeiras ou não, a quinta passagem de Luxemburgo pelo clube, o tempo dirá. Mas há motivos para acreditar que sim: o conhecimento e a motivação do experiente treinador, a estrutura que o clube possui, o elenco que, à parte a supervalorização que erradamente lhe foi atribuída, de forma capciosa por alguns, é sim muito bom.

Além disso, a expectativa é que venham reforços pontuais para o time, que realmente façam a diferença, sobretudo no setor ofensivo, onde o Palmeiras demonstrou ao longo dessa temporada uma performance sofrível, vez que coube a um volante, Bruno Henrique, a artilharia do time.

Com isso, espera-se que Luxemburgo ponha o Palmeiras no ataque, buscando as vitórias sobre os adversários do começo ao fim dos jogos. Luxemburgo sabe que, a melhor maneira de impor respeito ao adversário, é ataca-lo, acuá-lo, fazê-lo se posicionar defensivamente. Mas, no futebol isso só é possível quando se tem sob comando um time bom tecnicamente e organizado. Time bom o Palmeiras tem, e a expectativa é a de que, com os reforços que a diretoria promete para 2020, se torne ainda melhor.

A organização caberá a Luxemburgo e disso ele conhece muito bem. O Palmeiras está em boas mãos. Que os bastidores, sempre agitados do clube e parte de sua torcida, não atrapalhem a trajetória alviverde na próxima temporada, que promete ser promissora.

O autor é membro da equipe de esportes da Rádio Opção FM, 107,9 de Rio Claro.

Comentários estão fechados.

scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services
MENU